Programa Biblioteca Itinerante tem participação de 21 mil crianças em Itapevi

Ação da Prefeitura percorreu 40 escolas da rede municipal em 2017

A Secretaria de Educação e Cultura de Itapevi divulgou, nesta quarta-feira (13), o balanço do primeiro ano do Programa Biblioteca Itinerante – Contação de Histórias, lançado pela Prefeitura, em março deste ano. Desde então, 40 escolas municipais foram visitadas pelo programa e cerca de 21 mil crianças participaram das atividades que foram criadas como parte da campanha “Leia para Crianças”, lançada pelo prefeito Igor Soares no mesmo período.

“Nosso objetivo é despertar nos jovens e crianças de Itapevi o gosto pela leitura. Uma pessoa que gosta de ler é mais criativa, mais bem informada e tem muito mais oportunidades na vida. Por isso o hábito de leitura é tão importante”, afirma o prefeito Igor Soares.

Por meio do programa, agentes da Secretaria de Educação e Cultura levaram ao longo do ano diversos títulos do acervo da Biblioteca de Itapevi para serem emprestados aos alunos da rede, que os devolviam na semana seguinte.

Durante a visita, agentes do programa, sempre fantasiados de personagens infantis, contavam histórias e interagiam com os alunos. “O programa foi um grande sucesso e será retomado no mês de abril do próximo ano”, garante Célia Lara, diretora pedagógica da rede municipal de ensino.

BiblioSesc e Viagem Literária

Além do Biblioteca Itinerante, criado pela Prefeitura de Itapevi, a Secretaria de Educação e Cultura também manteve ao longo do ano parcerias com a BiblioSesc, mantida pelo Serviço Social do Comércio (SESC) e com o Governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa Viagem Literária.

A BiblioSesc esteve diversas vezes na Praça 18 disponibilizando livros para consulta e empréstimos gratuitamente, com o objetivo de promover a leitura por meio da ampliação e facilitação das condições de acesso ao livro, encurtando a distância entre o leitor e a obra.

Já, o Viagem Literária possibilitou a vinda para Itapevi de diversos autores e contadores de histórias.

Em agosto, o escritor Estevão Azevedo – que em 2015 venceu o Prêmio São Paulo de Literatura, com seu “Tempo de Espalhar Pedras” – esteve na cidade para divulgar seu trabalho e falar sobre a arte de escrever.

Em julho, quem participou do projeto foi o escritor Leo Cunha, autor de mais de 40 títulos infanto-juvenis e, em junho, o ator global João Acaiabe, que ficou conhecido como o Tio Barnabé da série infantil Sitio do Pica Pau Amarelo participou do programa contando histórias do folclore brasileiro.


Foto: Pedro Godoy e Felipe Barros/ Ex-Libris/ Secom PMI

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *